Alexandre de Moraes mandou prender homem que o teria ofendido em mesa de bar em estabelecimento do qual estava ausente

Alexandre de Moraes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), prestou queixa contra uma homem que o teria xingado no Clube Pinheiros, em São Paulo, na madrugada de 03/09.

Moraes, que mora próximo e frequenta o clube, não estava no local no momento, mas seus seguranças ouviram as ofensas e fizeram o registro. Segundo o boletim de ocorrência registrado no 14º Distrito Policial da capital paulista ao qual teve acesso o site Poder360, “vigilantes particulares” avisaram a um integrante da escolta pessoal de Alexandre de Moraes que “indivíduos embriagados no interior do clube Pinheiros” estariam “proferindo ameaças e injúrias à pessoa da vítima”.

Alexandre de Moras talvez não esteja percebendo, mas tornou-se um dos principais incentivadores das manifestações de 7 de setembro por liberdade de expressão.

Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

cinco × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.