BANCO MUNDIAL REDUZ PREVISÃO DE QUEDA DO PIB BRASILEIRO DE -8% PARA -5,4%

O Banco Mundial revisou ontem (09/10), sua projeção para a queda do PIB brasileiro decorrente das quarentenas impostas por governadores e prefeitos com aval do STF.

A queda projetada agora é de 5,4% contra a projeção de junho, que era de 8%.

A projeção do banco para 2021 sorri para os brasileiros. A instituição projeta expectativa um PIB positivo de 3%, índice 0,4% superior à projeção anterior.

Graças as medidas econômicas implementadas pela equipe do ministro Paulo Guedes, o Brasil aparece nos números do Banco Mundial com dos que apresentou melhores soluções econômicas para a crise. A queda projetada para outros países em 2020 é bem maior.

A previsão de queda do PIB da Argentina (-12,3%), da o Chile (-6,3%), da Colômbia (-7,2%), da Bolívia (-7,3%) e do México (-10%).

Não obstante a situação da economia brasileira ser preocupante, e o crescimento de 3% projetado para 2021 ocorrer sobre uma base de retração, ou seja, trata-se de recuperação das perdas com a paralisação da economia, uma elevação do patamar de crescimento nesse nível, sugere a hipótese de que, do ponto de vista político, isso provoque uma sensação positiva sobre o humor da opinião pública em relação ao governo federal. Afinal, tratar-se-á de uma arrancada de -5,4% para +3%, a se conformarem as projeções do Banco Mundial.

Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.