CRIVELLA VIRA RÉU EM PROCESSO SOBRE “QG DA PROPRINA”

Ex-prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Agora é oficial, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella se tornou réu em função da denúncia do Ministério Público no processo que investiga a existência de um “QG da Propina” na prefeitura do Rio de Janeiro na gestão passada. A decisão é da juíza Juliana Benevides, da 1ª Vara Criminal Especializada de Combate ao Crime Organizado.

Crivella foi preso ainda em dezembro de 2020 no exercício do mandato, por suspeita de chefiar o esquema de desvio de dinheiro do pagador de impostos do Rio através do sistema de pagamentos a credores do município. O ex-prefeito, pesa também é acusado de direcionar licitações mediante cobrança de troca de propina. A prisão de Crivella foi convertida em domiciliar pela Justiça.

A origem do processo é uma delação do doleiro Sérgio Mizrahy, um dos envolvidos, que detalhou o esquema no qual empresários, e cúmplices utilizavam “laranjas” para efetuar os desvios.

A defesa de Crivella declarou à CNN que: “Apesar de a decisão determinar a citação, acreditamos que a denúncia será rejeitada tão logo apresentada a resposta à acusação, oportunidade em que será demonstrada a incongruência entre a narrativa acusatória e a trajetória de vida de Marcelo Crivella. Confiamos na Justiça”.

Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.