GOVERNADORES TAMBÉM PODEM PAGAR AUXÍLIO EMERGENCIAL, DIZ BOLSONARO

Em mais uma de suas tradicionais paradinhas para falar com apoiadores na saída do Palácio Alvorada na sexta-feira (12/02), o presidente Bolsonaro declarou que os governadores têm autonomia para decidir se vão ou não pagar  auxílio emergencial.

“Cobre os governadores. Os governadores podem dar o auxílio emergencial para vocês. Ele pode se endividar também porque o Governo [Federal] está se endividando. Agora, até quando vai durar isso daí? São 68 milhões de pessoas meu Deus do céu. Quando era 600 reais [o benefício] era quase 50 bilhões por mês em endividamento. Quem vai pagar essa conta são vocês”, declarou Bolsonaro.

No mesmo dia os governadores de todos os estados brasileiros fizeram uma reunião virtual com o presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), cuja pauta foi a volta do auxílio emergencial.

Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.