“NÃO TEM CORRUPÇÃO NO GOVERNO”, REPETE BOLSONARO

O flagrante com dinheiro naquele lugar sofrido pelo senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder no Senado e destituído ontem (15/10) do cargo, levou setores da imprensa e da oposição a atacar o presidente Bolsonaro alegando haver corrupção em seu governo.

Em função disso o presidente se pronunciou em entrevista, em sua conta no Twitter na live presidencial realizada na noite de ontem (15/10) pelo presidente Jair Bolsonaro.

Link para entrevista do presidente: https://youtu.be/LvFN5Mxbzf0

Bolsonaro afirmou que o país viu ontem à noite o “problema” protagonizado pelo parlamentar, flagrado com notas de dinheiro entre as nádegas. O presidente fez referência a desvios de verbas de combate à pandemia em estados e municípios0, detectados pela CGU e que são alvos da Polícia Federal (PF), e destacou que seu governo segue sem casos de corrupção: “Não tem corrupção no governo”, cravou. O presidente ressaltou, também, que não interfere nos trabalhos da PF.

“Tivemos um problema agora em Roraima que foi externado desde ontem. Uma operação da Polícia Federal”, observou Bolsonaro sobre a ação que teve o Chico Rodrigues, então vice-líder do governo no Senado.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, e o controlador-geral da União, Wagner Rosário, tiveram oportunidade para explicar que os dois órgãos (CGU e PF) investigam conjuntamente denúncias de irregularidades relacionadas à distribuição da verba destinada à saúde de Roraima e outros Estados brasileiros.

Sobre o senador do DEM flagrado com dinheiro nas parte íntimas, Bolsonaro disse que Chico Rodrigues não faz diretamente parte da equipe sob sua gestão, e que tem 18 parlamentares ao todo como vice-líderes no Congresso Nacional, que são definidos a partir das lideranças partidárias.

A mídia distorce

O presidente reclamou novamente da cobertura enviesada da mídia, que destacou manchetes destacando que Chico Rodrigues era vice-líder do governo no Senado.

Bolsonaro destacou que o governo é formado por ministros de Estado e presidentes de empresas estatais e dos bancos públicos, e enfatizou: “Quando falo que não tem corrupção no governo, eu repito: não tem.”

Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.