NÚMERO DE CIDADÃOS COM POSSE DE ARMAS LEGAIS É DE APENAS 1 MILHÃO

Recorrendo à Lei de Acesso à Informação, o jornal O Globo, em parceria com as ONG s esquerdistas Institutos Igarapé e Sou da Paz, solicitou ao Exército e à Política Federal (PF), informações sobre a quantidade de armas registradas por cidadãos brasileiros de bem.
A resposta obtida foi de que 1,151 milhão e cidadãos estão de posse de armas adquiridas legalmente. Esse número revela um aumento de 65% em comparação aos dados de dezembro de 2018, quando os registros oficiais apontavam apenas 697 mil armas legais nas mãos de cidadãos.
O  registro de armas da Polícia Federal, que contempla as licenças para pessoas físicas, é oq eu revelou o maior aumento (72%). Em 2018 eram 346 mil armas, e no final de 2020 o número passou  para 595 mil.
Os registros do Exército, que atendem Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs), tiveram aumento de 58%,  passando de 351 mil para 556 mil armas registradas.
O crescimento dos registros, no entanto, também se explica pela renovação de registros vencidos e renovados.
Em matéria publicado por O Globo em 2010, as estimativas oficiais apontavam para a cifra de 7,6 milhões de armas ilegais em mãos de bandidos. Dextra não encontrou números atualizados para oferecer aos seus leitores, mas á plausível supor que o desequilíbrio em favor da criminalidade seja ainda maior do que dez anos atrás.
Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.