O BRASIL PRECISA INVESTIR EM PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE VACINAS PRÓPRIAS: AS GUERRAS BIOLÓGICAS VIERAM PARA FICAR

 

Tanto o Instituto Butantan como a Fiocruz estão com problemas de fornecimento de matérias primas para fabricar as vacinas. O fornecimento de ambos vem da China. Especula-se que a China estaria retaliando o Brasil pelas posições críticas do governo Bolsonaro.

Verdade ou não, o povo brasileiro não pode depender de fornecedores externos em crises desse tipo que vão se repetir. Desde os anos 1980 sabe-se que as guerras biológicas ganhariam espaço nos conflitos estratégicos entre nações. As pandemias vão entrar na rotina do mundo. Depois do Covid virão outros vírus.

O deslocamento de passageiros pelo mundo em grande quantidade e velocidade seguirá sendo vetor de contágio rápido e em massa. Não basta o Brasil fabricar vacinas. É preciso ter pesquisa e desenvolvimento próprios.

A explosão de demanda provocada pela pandemia do Covid19, empecilhos burocráticos e diplomáticos e disputas de mercado por fornecedores expuseram o Brasil em preocupante vulnerabilidade nessa frente de batalha.

Pesquisar e desenvolver vacinas próprias tornou-se questão de segurança nacional e deveria  integrar nossa estratégia de defesa nacional. Estamos cortando investimento em pesquisa e torrando dinheiro do pagador de impostos em estatais que sequer deveriam existir. Hora de rever conceitos.

Paulo Moura
Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
1 Comentário
  • Avatar
    James Dressler
    Postado em 20:59h, 19 janeiro Responder

    Como demora a produção de vacina na Fiocruz e é rápida no Butantan, não? Que estranha coincidência, ou não tão estranha assim.

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.