PESSIMISTA EM RELAÇÃO À APROVAÇÃO DO VOTO AUDITÁVEL, BOLSONARO AVENTA POSSIBILIDADE DE NÃO CONCORRER EM 2022

Na já tradicional paradinha que costuma dar na entrada do Palácio da Alvorada para conversar com apoiadores, o presidente Bolsonaro deu a entender ontem (19/07), que pode não concorrer à reeleição em 2022 caso o voto auditável não seja posto em prática. Já na saída do o hospital, no domingo, o presidente voltou a criticar o voto eletrônico sem verificabilidade.

“Eu entrego a faixa para qualquer um. Se eu disputar a eleição, né? Se eu disputar, eu entrego a faixa para qualquer um. Uma eleição limpa”, afirmou Bolsonaro. “Agora, participar de uma eleição com essa urna eletrônica… Alguns falam: ‘Ah, o Bolsonaro foi reeleito tantas vezes com o voto eletrônico’”, disse o presidente aos seus apoiadores.

Bolsonaro mostrou-se pessimista em relação à aprovação do voto auditável pelo Congresso: “Eu não acredito mais que passe na Câmara o voto impresso, tá? A gente faz o possível. Vamos ver como é que fica aí”.

Paulo Moura
dextrajornalismo@gmail.com
Sem Comentários

Postar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.